Como utilizar as competências de investimento para trading e vice-versa? - FTMO
thumbnail
Trading Systems

Como utilizar as competências de investimento para trading e vice-versa?

Investir e negociar têm muitos aspectos comuns e semelhantes. Um dos aspectos mais importantes é o facto de ambos pertencerem ao mundo financeiro e, neste artigo, vamos discutir como as competências de investimento podem ser utilizadas em seu benefício no trading.

As diferenças

Há algum tempo, escrevemos um artigo sobre investimento e trading que discute essencialmente as diferenças entre investir e negociar nos mercados financeiros. O artigo salienta que ambas as abordagens envolvem um investimento de capital com a esperança de aumentar o capital, mas diferem nas suas estratégias. No entanto, enquanto o principal objetivo do investimento é preservar a riqueza, o trading, por outro lado, visa gerar lucros a partir de movimentos de mercado a curto prazo.

O investimento é descrito como uma abordagem avessa ao risco que se centra em carteiras estáveis e de baixo risco. Normalmente, os investidores detêm os activos durante períodos mais longos para permitir a sua valorização e compensar as flutuações do mercado a curto prazo. A diversificação dos activos da carteira é fundamental para a gestão do risco.

O trading, por outro lado, envolve a compra e venda frequentes de vários activos, incluindo acções, mercadorias, moedas e criptomoedas. Os traders procuram lucros a curto prazo e podem lucrar tanto em mercados em alta como em baixa, mas também têm de lidar com perdas potenciais mais elevadas. O trading baseia-se mais na análise técnica e nos rácios risco-recompensa do que nos fundamentos.

Para além das diferenças mencionadas, existem também diferenças técnicas entre investir e negociar, tais como o montante de capital necessário, a utilização de alavancagem, a margem, o horizonte temporal, a tolerância ao risco, os custos, a psicologia e a estratégia.

As semelhanças

Para alguns investidores inexperientes ou pessoas com poucos conhecimentos de investimento, investir pode ser apenas um termo chique para Swing Trading. Embora existam diferenças claras entre estes dois, por outro lado, existem muito mais semelhanças. Basicamente, concentram-se num período de tempo mais elevado, com uma maior ênfase na macroeconomia e nos fundamentos do mercado. No entanto, as diferenças fundamentais entre estes dois tipos de investimento residem apenas no tipo de instrumentos. Quando investe, compra e vende o instrumento que é garantido por um ativo real subjacente.

Para mais informações sobre CFD trading, leia o nosso artigo aqui.

Atualmente, uma variedade de corretoras, bancos e instituições financeiras oferecem instrumentos dentro do seu portfólio de produtos financeiros que são adequados tanto para investidores como para traders. Por esta razão, muitas instituições afiliadas e participantes consideram os traders como investidores, uma vez que as semelhanças superam as diferenças.

Essas semelhanças podem ser encontradas nos seguintes aspectos:

1. Participação nos mercados financeiros

Tanto o trading como o investimento exigem a participação nos mercados financeiros. Quer se trate de um trader ou de um investidor, o capital é aplicado com o objetivo de obter rendimentos.

2. Utilização de contas de corretoras

Os traders e investidores utilizam normalmente contas de corretoras para executar as suas transacções. Estas contas dão acesso a vários instrumentos financeiros, incluindo ações, obrigações, mercadorias e divisas.

3. Gestão do risco

Tanto os traders económicos como os investidores devem ter em conta a gestão do risco. Embora os perfis de risco sejam diferentes, ambos os grupos têm como objetivo proteger o seu capital. Os traders podem utilizar ordens Stop-Loss para limitar as perdas, enquanto os investidores podem diversificar as suas carteiras para distribuir o risco.

4. Análise dos dados de mercado

Tanto os traders como os investidores analisam os dados do mercado para tomarem as suas decisões. Podem utilizar métodos diferentes (análise técnica para os traders e análise fundamental para os investidores), mas o objetivo é tomar decisões informadas.

5. Conhecimentos e formação

O sucesso no trading e no investimento exige frequentemente um conhecimento sólido dos mercados financeiros. Tanto os traders como os investidores investem tempo a aprender sobre a dinâmica do mercado, as estratégias e os factores económicos.

6. Objetivo de lucro

Embora as abordagens sejam diferentes, tanto o trading como o investimento têm por objetivo gerar lucros. Os traders económicos procuram obter ganhos a curto prazo com as flutuações do mercado, enquanto os investidores procuram acumular riqueza a longo prazo.

7. Acesso a recursos financeiros

Tanto os traders como os investidores necessitam de ter acesso a recursos financeiros que atribuem a vários activos. O montante de capital pode variar, mas ambos os grupos precisam de fundos para participar nos mercados.

8. Reação às notícias do mercado

Os traders e os investidores reagem às notícias e acontecimentos do mercado que podem afetar os preços dos activos. As notícias sobre indicadores económicos, resultados das empresas ou desenvolvimentos geopolíticos podem influenciar as suas decisões.

9. Disciplina emocional

A disciplina emocional é crucial para traders e investidores. Estes devem lidar com emoções como o medo e a ganância para tomarem decisões racionais. Manter-se disciplinado ajuda a evitar acções impulsivas.

10. Aprendizagem contínua

Os mercados financeiros são dinâmicos e tanto os traders como os investidores reconhecem a importância da aprendizagem contínua. Mantêm-se informados sobre as tendências do mercado, novas oportunidades de investimento e estratégias em evolução.

Estratégias de investimento para trading

Investimento em valor

No investimento tradicional, os investidores em valor procuram activos subvalorizados com fundamentos sólidos. Os traders podem aplicar uma abordagem semelhante, procurando acções ou activos subvalorizados para transacções de curto a médio prazo com base na análise fundamental.

Por exemplo, Warren Buffett, um dos investidores em valor mais bem sucedidos, procura empresas com fortes vantagens competitivas, conhecidas como fossos económicos. Ele procura acções de empresas que estejam subvalorizadas em relação ao seu valor intrínseco. A Berkshire Hathaway, a empresa de investimento de Buffett, investiu em inúmeras marcas bem conhecidas, como a Coca-Cola e a IBM.

Em termos de trading, esta técnica pode ser considerada uma estratégia de trading fundamental, uma vez que o trader se concentra mais nas acções subvalorizadas ou nas moedas sobrevendidas/sobrecompradas para entrar nas transacções e prever a direção da tendência.

Investimento em crescimento

Os investidores em crescimento têm como objetivo empresas com elevado potencial de crescimento. Os traders podem aplicar uma estratégia de crescimento identificando acções com uma forte dinâmica de subida ou potenciais catalisadores que possam conduzir à valorização dos preços.

Por exemplo, as empresas de tecnologia, particularmente as de sectores como a inteligência artificial, a computação em nuvem e o comércio eletrónico, apresentam frequentemente um crescimento rápido. Os exemplos incluem:

Amazon (AMZN), conhecida pelo seu domínio no comércio eletrónico e pelos seus serviços de computação em nuvem através da Amazon Web Services (AWS).

Alphabet Inc. (GOOGL), a empresa-mãe da Google, líder em pesquisa online, publicidade e vários empreendimentos tecnológicos.

Tesla, Inc. (TSLA), uma empresa de veículos eléctricos e de energia limpa conhecida pela sua inovação e potencial de crescimento.

Comprar e Esperar

A estratégia "buy-and-hold" envolve a compra de ativos e a sua manutenção a longo prazo. Os traders com horizontes temporais mais longos podem adotar uma abordagem semelhante às estratégias de swing trading ou de acompanhamento de tendências.

Por exemplo, ações Blue-Chip: Estas são ações de empresas bem estabelecidas, de grande capitalização, com um historial de estabilidade e crescimento. Exemplos incluem a Apple, um gigante tecnológico conhecido pelos seus iPhones, iPads e computadores Mac.

Diversificação

A diversificação é um princípio de investimento fundamental para espalhar o risco. Os traders podem aplicar a diversificação negociando vários activos ou utilizando várias estratégias de trading para reduzir o risco nas suas carteiras.

Seguimento de tendências

Outra estratégia de investimento que pode ser adaptada ao trading é o seguimento de tendências. Os traders identificam e seguem as tendências prevalecentes no mercado, tomando posições alinhadas com a direção da tendência.

Média do custo do dólar (DCA)

A DCA é uma estratégia de investimento que envolve o investimento de um montante fixo de dinheiro em intervalos regulares, independentemente do preço do ativo. Esta abordagem foi concebida para reduzir o impacto da volatilidade do mercado no investimento e reduzir potencialmente o custo médio de aquisição do ativo ao longo do tempo.

Exemplo: Digamos que pretende investir $1,200 numa determinada ação ao longo de um ano. Em vez de investir a totalidade dos $1,200 à cabeça, decide usar a DCA e investir $100 por mês durante um ano.

No primeiro mês, o preço da ação é de $10 por ação, pelo que compra 10 ações.

No segundo mês, o preço das ações desce para $8 por ação, pelo que compra 12.5 ações.

No terceiro mês, o preço das ações sobe para $12 por ação, pelo que compra 8.33 ações.

E assim sucessivamente durante todo o ano.

No final do ano, terá investido $1,200, mas comprou diferentes quantidades de ações a diferentes preços. Isto significa que o seu preço médio de compra pode ser mais baixo do que se tivesse investido a totalidade dos 1,200 dólares de uma só vez, especialmente se o preço das ações sofreu flutuações significativas ao longo do ano.

Em termos de trading, esta técnica pode ser comparada ao scaling-in de uma posição. É importante notar que o scaling-in pode não ser adequado para todos os cenários de trading ou activos. Os traders  devem avaliar cuidadosamente a sua tolerância ao risco, as condições de mercado e o ativo específico que estão a negociar antes de implementar esta estratégia. Além disso, o scaling-in deve fazer parte de um plano de trading mais alargado que inclua estratégias de gestão de risco e de saída.

Conclusão

Em resumo, embora o investimento e o trading tenham as suas diferenças, existem também alguns aspectos comuns no domínio do mundo financeiro. Tanto os traders como os investidores procuram aplicar o seu capital com o objetivo de gerar rendimentos e utilizam frequentemente contas de corretagem para executar transacções.

A gestão do risco é um aspeto crucial para ambos os grupos, mesmo que os seus perfis de risco sejam diferentes. Quer seja através da diversificação, de ordens Stop-Loss ou de outras técnicas, tanto os traders como os investidores procuram proteger o seu capital.

Analisar os dados do mercado, manter-se informado e reagir às notícias do mercado são práticas essenciais tanto para os traders como para os investidores. Podem utilizar métodos diferentes, tais como métodos técnicos ou fundamentais, mas o objetivo é tomar decisões informadas.

Em última análise, tanto o trading como o investimento partilham o objetivo global de obter rentabilidade. Enquanto os traders procuram obter ganhos a curto prazo com as flutuações do mercado, os investidores têm como objetivo a acumulação de riqueza a longo prazo.

As estratégias de investimento também podem ser aplicadas ao trading, permitindo que os traders utilizem técnicas estabelecidas, como o investimento em valor, o investimento em crescimento, a compra e espera, a diversificação, o seguimento de tendências e o cálculo da média dos custos em dólares. A adaptação destas estratégias a contextos de trading pode fornecer aos traders ferramentas valiosas para atingirem os seus objectivos financeiros.

Em conclusão, o sucesso nos mercados financeiros requer uma sólida compreensão da dinâmica do mercado, das estratégias e dos factores económicos, quer se trate de um trader ou de um investidor. Ao reconhecer as semelhanças e diferenças entre estas abordagens, os indivíduos podem tomar decisões informadas e desenvolver estratégias que se alinham com os seus objectivos financeiros e tolerância ao risco.

Sobre FTMO

A FTMO desenvolveu um processo de avaliação de duas etapas para encontrar talentos de trading. Após concluir com sucesso, pode obter uma FTMO Account com um saldo inicial de até $200,000. Como funciona?